Dás : ás : Horas
NOTÍCIA
Análise do Corinthians: o curioso caso de um time que não é batido há 23 partidas
Análise do Corinthians: o curioso caso de um time que não é batido há 23 partidas
26/06/2017 ás 08:35:24
example1

Como explicar o fenômeno Corinthians? O Timão ganhou o Paulistão com sobras e, no Brasileirão, conquistou 26 dos 30 pontos disputados, lidera com quatro de vantagem em relação ao vice-líder e não é batido há 23 partidas. Nada mal para uma equipe que começou o ano como "quarta força" estadual. Pelo menos era assim que os críticos tratavam a equipe de Fábio Carille.

 

1 a 0 sobre o Grêmio, em Porto Alegrefoi o maior desafio da equipe no ano. Vitória emblemática, daquelas que marcam campanhas vitoriosas. Pelo gol de Jadson. Pela atuação de Cássio, que pegou pênalti de Luan. E pela sensação de que, hoje, ninguém é capaz de parar o Timão.

 claro que o Corinthians, uma hora ou outra, vai ter sua série invicta interrompida. Mas são alguns padrões que se repetiram contra o Grêmio que colocam o time com larga vantagem em relação aos rivais, mesmo não tendo um elenco tão forte e caro quanto Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG.

Abaixo, alguns elemenos que traduzem o líder:

 

  • Padrão tático: o Corinthians nunca muda. Defende-se com duas linhas de quatro, adiantando Jô e Rodriguinho para o primeiro combate. Tem transição ofensiva rápida, apostando numa eficaz troca de passes. Quando perde a bola, se recompõe rápido.
  • Defesa forte: são cinco gols sofridos em 10 jogos no Brasileirão. Todos os jogadores da primeira linha vivem bom momento: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo e Arana. Tão bem quanto, os demais se doam para dobrar a marcação e fechar espaços. Não há vaidades. Há espírito coletivo.
  • Quem entra vai bem: ninguém apostava que Paulo Roberto iria fazer a partida que fez em Porto Alegre. O volante não apenas marcou bem, evitando que o time sentisse falta de Gabriel, como apareceu duas vezes como elemento surpresa na frente. O gol de Jadson nasceu assim. Em outras rodadas, nomes como Pedro Henrique, Clayton e Marquinhos Gabriel também deram conta do recado quando precisaram entrar no time titular.
  • Paciência: você já deve ter ouvido que o Corinthians sabe sofrer. Contra o Grêmio, a equipe da casa teve 57% de posse de bola. Ao todo, foram 15 finalizações contra cinco do Timão. Sem a bola, o Timão consegue se fechar e aproveitar bem os contra-ataques para vencer.
  • Com alguns reservas, o Corinthians volta a campo na quarta-feira, às 21h45, contra o Patriotas, da Colômbia, pela segunda fase da Copa Sul-Americana. Pelo Brasileirão, o próximo compromisso é contra o Botafogo, domingo, às 16h, em Itaquera.

 

Fonte: g1
Programação
|   Hoje
TV JUARA
08:00  
ENCONTRO COM OS SERRANOS NA TV
09:00  
NORTÃO DA SORTE
11:30  
BALANÇO GERAL
18:45  
CIDADE ALERTA JUARA
DIFUSORA AM 1140
05:00  
TAPERA DO BACANA
07:00  
SEMEANDO PAZ
07:00  
AVIVA JUARA
08:00  
DOMINGO AMPLITUDE
08:00  
MANHÃ 88
11:31  
MOMENTO COM DEUS
Enquete
Site desenvolvido e Hospedado por: